Notícias
04/04/2019 16h38
Vara de Interesses Difusos é a primeira a migrar processos físicos para o PJE

O presidente da AMMA, juiz Angelo Santos, visitou, na manhã desta quinta-feira (4), a Vara de Interesses Difusos e Coletivos da capital, para conhecer o trabalho de migração dos processos físicos para o Processo Judicial Eletrônico (PJE). Ele foi recebido pelo juiz titular, Douglas de Melo Martins, e pelo secretário judicial Myguel Antonio Figueiredo Moyses, que apresentaram os primeiros resultados do trabalho que foi iniciado em 11 de março deste ano.

A Vara de Interesses Difusos e Coletivos é a primeira de todas as unidades judiciais do estado a iniciar a migração dos processos físicos para o PJE, após pleito da AMMA contido no processo 555572018, e atendido de imediato pelo TJMA, que publicou portaria conjunta autorizando a virtualização dos processos judiciais que tramitam em autos físicos na referida Vara para a plataforma do sistema PJE.

 Durante a visita na manhã de hoje, o juiz Douglas de Melo Martins e o secretário judicial mostraram ao presidente da AMMA como está sendo realizado o trabalho de migração e garantiram que a virtualização será finalizada no prazo de dois meses.

 “A migração só traz benefícios e celeridade. Os processos virtualizados tramitam com rapidez, todos os interessados podem ter acesso e o custo financeiro é muito menor”, avaliou o juiz Douglas de Melo Martins.

 Douglas destacou a atuação da AMMA para que o processo de virtualização dos processos tivesse grande avanço no âmbito do Judiciário. Disse que havia um desejo da Vara de Interesses Difusos e Coletivos de migrar todos os processos físicos para o PJE e que foram feitas gestões da Vara junto à Corregedoria Geral de Justiça e ao setor de informática do Tribunal, mas reconhece que só houve avanços após os pleitos formulados pela AMMA.

 “A determinação do TJMA para a virtualização dos processos só aconteceu de forma rápida depois que o presidente Angelo Santos esteve no CNJ e fez gestões junto aos órgãos do Judiciário. Reconhecemos e parabenizamos a atuação do presidente Angelo Santos e a contribuição que a Associação dos Magistrados está dando, não apenas ao Judiciário maranhense, mas, principalmente, para a sociedade”, afirmou Douglas de Melo Martins.

Após conhecer os trabalhos que estão sendo realizados na Vara de Interesses Difusos, o juiz Angelo Santos explicou que a autorização para a expansão da migração dos processos físicos, para o formato eletrônico, nas demais unidades jurisdicionais em que o PJe já tenha sido implantado, será avaliada logo que apresentado o relatório dos trabalhos de digitalização e virtualização iniciados na Vara de Interesses Difusos e Coletivos da Comarca da Ilha.


Comentários:
Seja o(a) primeiro(a) a comentar este conteúdo!

Adicionar um Comentário:
CPF:  (Seu nome será incluído automaticamente no comentário)


1500 caracteres restantes


REDES SOCIAIS
Busca
Maillist
TV AMMA
COMPARTILHAR
jornal