Notícias
11/01/2018 16h32
Diretores da AMMA visitam corregedor e entregam reivindicações da Magistratura

O presidente da AMMA, juiz Angelo Santos, e membros da Diretoria Executiva fizeram, nesta quinta-feira (11), uma visita de cortesia ao corregedor-geral de Justiça, desembargador Marcelo Carvalho Silva, ocasião em que entregaram um ofício com uma pauta de reivindicações de interesse da magistratura estadual.
 
A visita contou com a presença do presidente da AMMA, juiz Angelo Santos, Luís Carlos Licar Pereira (2º vice-presidente), Adelvam Nascimento Pereira (3º vice-presidente), Ticiany Gedeon Maciel Palácio (Diretoria de Aperfeiçoamento Científico), Andréa Perlmutter (Diretora Financeira). Além disso, os juízes auxiliares da Corregedoria Geral da Justiça (CGJ), Marcelo Moreira, Raimundo Bógea, Gladiston Luís Nascimento Cutrim, Jaqueline Reis Caracas e Kariny Reis Bogéa Santos participaram da reunião.
 
Ao iniciar a reunião, o desembargador Marcelo Carvalho Silva destacou a importância da reunião com a AMMA no sentindo de receber propostas, sugestões e críticas, almejando uma gestão compartilhada.
 
Por outro lado, Angelo Santos agradeceu o Corregedor e os juízes auxiliares em receber a Diretoria da AMMA, enfatizando a necessidade de um trabalho institucional visando o fortalecimento do Judiciário.
 
PONTOS DISCUTIDOS
 
A pauta é composta de cinco itens, todos eles previamente discutidos em reunião da Diretoria Executiva da AMMA e aprovados pelos magistrados associados. Ao entregar o documento, Angelo Santos esclareceu ao corregedor a importância de cada uma das reivindicações.
O primeiro pleito da magistratura trata do Processo Judicial Eletrônico. “É imprescindível a complementação de instalação do PJE em todas as unidades jurisdicionais de nosso Estado”, declarou.
 
No documento entregue ao Corregedor, a AMMA fala da importância da movimentação da carreira. “Assim propomos uma análise criteriosa das unidades criadas e não instaladas, principalmente na Comarca da Ilha, a fim de que sejam instaladas resultando em movimentação na carreira e melhoria da prestação jurisdicional”, revelou.
 
Sobre juízes auxiliares, a Associação reivindica, também, a elaboração de normativo que contemple critérios objetivos para as designações dos Juízes Auxiliares da Comarca da Ilha.
 
Outro ponto solicitado diz respeito ao plantão judicial, em que a AMMA quer transparência quanto os critérios para elaboração da tabela do plantão judicial.
 
E por fim, a valorização da magistratura de 1º grau, com a instalação do PJE em grande parte do nosso Estado e com mais de 90% de casos novos distribuídos ao 1º grau necessitamos de maior incremento no assessoramento dos magistrados.


Comentários:
Seja o(a) primeiro(a) a comentar este conteúdo!

Adicionar um Comentário:
CPF:  (Seu nome será incluído automaticamente no comentário)


1500 caracteres restantes


REDES SOCIAIS
Busca
Maillist
TV AMMA
COMPARTILHAR
jornal