Notícias
13/02/2017 14h54
Com o apoio da AMMA, Josane Braga rebate notícias maldosas 'plantadas' em blogs

A juíza Josane Braga, titular da 1ª Vara Cível da Comarca de Coroatá, conversou com o presidente da AMMA, juiz Angelo Santos, sobre as informações maledicentes que circulam em blogs, a respeito de valor em dinheiro que teria sido depositado em sua conta bancária.

De acordo com a magistrada, o depósito citado pelos blogs diz respeito ao montante de R$ 6.800,00 usado para a compra de material que foi utilizado em um mutirão processual (leia aqui) e projeto social por ela realizados na Comarca de Coroatá, no período de 18 a 22 de junto de 2012.

O mutirão teve por objetivo dar maior agilidade à tramitação dos processos do Juizado Especial Cível daquela comarca. Além da participação de 12 juízes, houve também a participação de assessores e servidores da comarca.

Durante cinco dias foi atendido um público estimado em duas mil pessoas das cidades de Coroatá e Peritoró na escola pública Clodomir Millet. Foram ofertados à comunidade atendimentos em várias áreas sociais e também realizadas oficinas práticas.

Todo o material utilizado nas aulas também foi comprado com as verbas doadas pelos colaboradores.

A juíza Josane Braga mostrou ao presidente da AMMA todas as notas fiscais e recibos que comprovam as compras que foram realizadas por ela com as doações arrecadadas junto aos patrocinadores do mutirão. Dentre os colaboradores estão empresários da região, órgãos públicos e a Prefeitura de Peritoró.

No dossiê apresentado pela magistrada constam cópias dos ofícios que ela enviou à época a todas as autoridades do município solicitando apoio logístico ao mutirão.

Além da Prefeitura, várias instituições públicas e privadas atenderam à solicitação e deram apoio logístico ao mutirão, ofertando material ou valores, dentre elas a TV Cidade de Coroatá, que pagou o jantar de encerramento da atividade, que contou com a presença de centenas de pessoas da comunidade.

Além de cópias de todas as notas fiscais das compras de material para o mutirão, e dos ofícios que foram encaminhados às autoridades, ainda constam no dossiê montado pela juíza Josane Braga fotos de todas as atividades realizadas junto à comunidade, durante os cinco dias de mutirão.

PROJETO SOCIAL

O mutirão executado na Comarca de Coroatá fez parte do projeto "Esforço Concentrado: Uma via de acesso à justiça e à cidadania", apresentado pela juíza Josane Braga e que concorreu ao Prêmio AMMA de Melhores Práticas do Judiciário no ano de 2012.

Naquele ano, além de encaminhar a prestação de contas a todas as autoridades e órgãos privados que colaboraram com o mutirão, no dia 25 de junho de 2012, a juíza Josane Braga esteve no Tribunal de Justiça e entregou pessoalmente, ao então presidente, desembargador Antônio Guerreiro Júnior, o relatório final do mutirão processual que obteve o saldo de 806 audiências de instrução e julgamento, com 733 julgados no total (leia aqui).

APOIO DA AMMA

Após ter acesso ao dossiê de prestação de contas, o presidente da AMMA reafirmou sua total credibilidade e confiança no trabalho realizado pela juíza Josane Braga e do quanto é importante os projetos sociais por ela realizados nas comarcas em que atua.

Angelo Santos ratificou o teor da Nota Pública que foi lançada pela AMMA neste sábado (11), em apoio à juíza Josane Braga e lamentou que, mais uma vez, a Magistratura maranhense esteja sendo alvo de ataques perversos com o claro objetivo de enfraquecer o Judiciário.

"O Brasil atravessa um novo momento, e a população já percebeu que os juízes não se curvarão aos corruptos, muito menos ficaremos amedrontados pelas mentiras plantadas contra nossa imagem", afirmou Angelo Santos.


Comentários:
Seja o(a) primeiro(a) a comentar este conteúdo!

Adicionar um Comentário:
CPF:  (Seu nome será incluído automaticamente no comentário)


1500 caracteres restantes


REDES SOCIAIS
Busca
Maillist
TV AMMA
COMPARTILHAR
jornal